Ipanema (21) 2287-0453 | Barra (21) 2438-8301      contato@cliderma.com.br    |   

Dezembro Laranja e os números de câncer no Brasil

Dezembro Laranja

A proteção contra o câncer de pele é para toda a vidaA cor que remete ao sol e aos corpos bronzeados é também a cor de uma campanha cujo objetivo é alertar contra o câncer de pele. Iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o Dezembro Laranja ajuda a promover uma série de atendimentos gratuitos para avaliar os pacientes e reforçar a importância da fotoproteção diária. O evento acontece em postos de saúde do Brasil inteiro e, se algum paciente for diagnosticado com a doença, será devidamente encaminhado ao tratamento.

Somente no Rio de Janeiro há 13,9% dos casos de câncer de pele no país, dentre os quais quase metade se concentra na capital - o que reflete um baixíssimo nível de esclarecimento da população. Ainda há muito trabalho a ser feito - segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o melanoma (câncer de pele mais grave) responde por 33% dos diagnósticos de câncer no Brasil, aumentando para 180 mil novos casos por ano.


Diagnóstico precoce contra o câncer de pele

O câncer de pele costuma ser silencioso. Aparece como uma simples e inofensiva pintinha ou mancha acastanhada/enegrecida, de estrutura assimétrica (quando, por exemplo, a lesão é arredondada em um Lado e pontiaguda em outro, ou seja, não é redondinha), bordas irregulares e diâmetro um pouco maior que seis milímetros. Essa marca cresce a ponto de virar uma ameaça. Então, quanto antes for feito um diagnóstico, maiores serão as chances de cura e com menos sequelas. Quanto mais o tempo passa, maior o risco de o tumor invadir áreas nobres dos tecidos ou comprometer órgãos vitais. Em estágio inicial, a doença tem menor probabilidade de metástase para o cérebro, ossos e pulmões.


Proteção é essencial

A prevenção envolve, além do uso de filtro solar com FPS mínimo de 30 e reaplicação a cada duas horas, também a proteção física com chapéus e bonés de abas largas, óculos escuros e roupas com tramas mais fechadas, que cubram as regiões mais expostas do corpo. Evitar os horários mais nocivos do sol é outra medida de prevenção. Atividades ao ar livre devem ser evitadas entre 10h e 16h.

 

Cuide-se e previna-se do câncer de pele!

Fonte: SBDRJ

05 de Dezembro de 2019